Atlas Nacional Digital do Brasil

Foi lançada no dia 29/05 uma versão atualizada do Atlas Nacional Digital do Brasil, publicação feita pelo IBGE. Nesta versão é possível visualizar mapas sobre educação, espaço geoeconômico, espaço rural brasileiro, Produto Interno Bruto dos Municípios, entre outros, com dados atualizados.
Anúncios

Nova publicação: Áreas naturais particulares em ambientes urbanos: uma revisão bibliográfica

Os pesquisadores Niklas Werner Weins, Ricardo Gomes Luiz, Leticia Costa de Oliveira Santos, Judith Karina Agudelo Fernandez, Eloy Fassi Casagrande Junior, Maclovia Correa da Silva, Silvestre Labiak Junior e Christian Luiz da Silva tiveram o artigo “Áreas naturais particulares em ambientes urbanos: uma revisão bibliográfica” publicado na revista Desenvolvimento em Questão.

O artigo completo pode ser acessado pelos seguintes links:

DOI: https://doi.org/10.21527/2237-6453.2019.46.287-298
https://pd2t.files.wordpress.com/2019/03/7495-texto-do-artigo-38195-1-10-20190228.pdf

Desenvolvimento em questão

 

Publicado artigo na revista Organizações Rurais & Agroindustriais

Foi publicado na revista Organizações Rurais & Agroindustriais o artigo intitulado “PROCESS OF TECHNOLOGY TRANSFER FOR PUBLIC RESEARCH INSTITUTIONS: A PROPOSAL TO EMBRAPA AND THE POULTRY PRODUCTION CHAIN”, dos pesquisadores Nadia Solange Schmidt e Christian Luiz da Silva.

Título em português: Processo de Transferência de Tecnologia para Instituições Públicas de Pesquisa: Uma Proposta para a Embrapa e para Cadeia Produtiva de Aves.

Confira o artigo completo acessando o link: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/issue/view/65

Pesquisa e Desenvolvimento na Cadeia Produtiva de Frangos de Corte no Brasil

Os pesquisadores Nádia Solange Schmidt  e Christian Luiz da Silva publicaram na Revista de Economia e Sociologia Rural o artigo intitulado “Pesquisa e Desenvolvimento na Cadeia Produtiva de Frangos de Corte no Brasil”.

RESUMO

Nos últimos anos, a produção de carne de frango brasileira cresceu 112%. Esse desempenho posicionou o Brasil como o maior exportador e o terceiro maior produtor mundial. A cadeia produtiva de frangos de corte é representada por milhares de produtores, diversas empresas beneficiadoras e exportadoras. Sua organização, capacidade gerencial, inovações tecnológicas introduzidas e o uso de um sistema eficiente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D)5 foram as razões desse sucesso. O presente artigo analisou o processo de P&D dessa cadeia, nas etapas de produção e industrialização, por meio de uma pesquisa qualitativa, com uso de questionários semiestruturados. Os resultados obtidos permitem concluir que a maior parte das empresas pesquisadas têm estrutura própria de P&D e desenvolvem pesquisa mais fortemente direcionada para o desenvolvimento de produtos ou processos, algumas buscando inovações tecnológicas, outras apenas testando produtos já desenvolvidos. Um fato positivo é que as instituições públicas, como universidades e IPPs (Institutos Públicos de Pesquisa), são parceiros importantes nesse processo, o que demonstra confiança nessas instituições, além da preocupação em maximizar os recursos físicos, humanos e financeiros.

Palavras-chaves: cadeia produtiva de frangos; pesquisa e desenvolvimento; Institutos Públicos de Pesquisa

Confira o artigo completo no link:
http://dx.doi.org/10.1590/1234-56781806-94790560307

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PRIORIZAÇÃO DE PROJETOS EM INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE PESQUISA: O CASO DA EMBRAPA SUÍNOS E AVES

Na Revista Cadernos de Ciência & Tecnologia foi publicado um artigo dos pesquisadores Nádia Solange Schmidt  e Christian Luiz da Silva, intitulado PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PRIORIZAÇÃO DE PROJETOS EM INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE PESQUISA: O CASO DA EMBRAPA SUÍNOS E AVES.
RESUMO
Entre as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) públicas brasileiras, a Embrapa se constitui na maior e principal instituição de pesquisa agropecuária, destacando-se internacionalmente como o principal centro de tecnologia agropecuária tropical do mundo. Como a Embrapa recebe a maior parte dos recursos públicos destinados à pesquisa agropecuária, buscou-se analisar a percepção dos empregados, em uma Unidade de Pesquisa da Embrapa, sobre o processo de alinhamento entre o planejamento estratégico e os critérios de priorização de projetos de pesquisa. Os resultados apontaram para a existência de um planejamento estratégico e priorização de projetos bem estruturados. Porém, o alinhamento entre esses dois processos não está suficientemente evidenciado, o que aponta para a necessidade de se rever a forma como são priorizadas as estratégias traçadas no planejamento estratégico da instituição e os critérios orientadores na priorização de projetos de pesquisa.

Confira o artigo completo no link:
http://seer.sct.embrapa.br/index.php/cct/article/view/26408/14319