O Desafio da Reciclagem em Curitiba: “Lixo que não é Lixo”

Um relatório técnico sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) elaborado por nossos pesquisadores, demonstra tendências sobre a geração e a reciclagem do lixo que geram os cidadãos curitibanos.

O estudo, feito pelo professor Christian Luiz da Silva, compara a situação de Curitiba com outras quatro capitais de porte populacional semelhante. A taxa de reaproveitamento do material reciclado é a segunda pior, atrás apenas de Recife (43,35%). Em Belém e Manaus, onde os catadores têm papel relevante e já fazem separação seletiva na coleta, a taxa de reaproveitamento é de quase 100%.

Leia o artigo completo aqui:

Apesar da fama do Lixo que não é Lixo, Curitiba recicla apenas 5,7% do que é coletado (Gazeta do Povo)

Anúncios

2 ideias sobre “O Desafio da Reciclagem em Curitiba: “Lixo que não é Lixo”

  1. Pingback: O que as cidades fazem com o lixo? | Políticas Públicas e Dinâmicas de Desenvolvimento Territorial

  2. Pingback: What do cities do with waste? | Public Policy and Territorial Dynamics

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s