Arquivo da categoria: Notícias

Estudantes do curso de Administração visitam a Câmara Municipal de Curitiba

Alunos do curso de Graduação em Administração fizeram uma visita técnica a Câmara Municipal de Curitiba neste dia 18/04/17. A visita foi coordenada pelo professor da disciplina de Economia e Políticas Públicas do curso, Prof. Dr. Christian Luiz da Silva, e pela mestranda em administração da UTFPR, Elis Bianca Azevedo. O intuito da visita técnica é aproximar a teoria da prática, como proposta de alinhamento do curso de administração com a ênfase na administração pública, que é um dos focos estratégicos da Escola de Gestão e Economia da UTFPR.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na Câmara, o grupo foi recepcionado por Cristina Fonseca de Jesus (Técnico administrativo) – Diretoria de Comissões; Luciane de Fátima Pereira (Analista legislativo) – Diretoria de Cerimonial; e Antonio Carlos Torrens (Analista) – Escola do Legislativo. A primeira tratou do orçamento público e das comissões que envolvem o funcionamento da Câmara. A segunda apresentou a estrutura da Câmara e o papel dos vereadores e as formas de proposições e tramites das leis. O terceiro retratou os objetivos da Escola do Legislativo que busca proporcionar a educação política a população.
Com esta iniciativa, a UTFPR aproxima-se da comunidade e aumenta o diálogo sobre as possibilidades de articulação da instituição como instituição de ensino, pesquisa e extensão, responsável pela formação de profissionais e cidadãos, integrantes de um processo democrático em consolidação.
A Câmara, por meio dos seus representantes, reforçou o interesse desta aproximação e colocou-se  a disposição da UTFPR para, inclusive, ministrar cursos e palestras na própria universidade.

O que as cidades fazem com o lixo?

eng-logo English

No volume 4 (Nov. 2016) da Revista Paraná faz ciência da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e a Fundação Araucária se trata a pergunta: “O que as cidades parana-faz-cienciafazem com o lixo?” e faz referência à nossa pesquisa ligada ao projeto Cidades Lixo Zero. Veja as páginas 31-33 desta edição para o artigo sobre a nossa pesquisa e o projeto.

Desenvolvido por pesquisadores da Campus Curitiba da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), o projeto Cidades Lixo Zero está avaliando se as capitais brasileiras atendem às premissas da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída em 2010. Um dos objetivos é aliar pesquisas e extensão e gerar 27 relatórios – um para cada capital – que apresentem a situação da gestão integrada de resíduos sólidos urbanos desses municípios, a partir de mais de 30 indicadores criados pelos pesquisadores.

O primeiro relatório, referenet a Curitiba, já foi concluído e divulgado em junho de 2016. Atualmente, o grupo finaliza o relatório de Porto Alegre. As próximas capitais a serem avaliadas serão São Paulo, Salvador e Belo Horizonte …

… Confere aqui a edição completa da Revista Paraná Faz Ciência

reciclagem20christian20daniel20castellano

 

Confere aqui o blog post anterior sobre o tema: “O Desafio da Reciclagem em Curitiba: ‘Lixo que não é Lixo’

Livro do IMAP: Estado, Planejamento e Administração Pública no Brasil

eng-logoEnglish version

O Instituto Municipal de Administração Pública (IMAP) publicou o livro “Estado, Planejamento e Administração Pública no Brasil“, que tem, entre outros, contribuições do professor. Christian Luiz da Silva. Os temas desenvolvidos no livro permeiam nossas linhas de pesquisa:

livro-estado-planejamento-administracao-publica-brasil

  1. Reflexão sobre os Desafios da Administração Pública Brasileira no Século XXI
  2. A Participação Cidadã na Concepção e Avaliação das Políticas Públicas
  3. A Possibilidade de Políticas Públicas Intersetoriais
  4. Espaços Urbanos e Governança Social: Desafios Para Uma Gestão Participativa
  5. Futuro das Cidades
  6. Planejamento Orçamentário
  7. Qual o Estado Necessário para o Brasil do Século XXI?

“Diante da crescente complexidade das demandas cidadãs e da também crescente integração do Município de Curitiba com a sua Região Metropolitana, o IMAP ajuda a pensar, a compreender e a transformar a Administração Pública Municipal. Atua no aprimoramento das metodologias e ferramentas de suporte à governança, no desenvolvimento da estruturação e funcionamento da administração municipal e, por meio da Escola de Administração Pública, capacita os servidores e comunidade para agirem de modo crítico, autônomo e socialmente responsável.”

Debate e perspectivas sobre uma economia circular

eng-logoEnglish version

Na sexta-feira passada foi debatido no seminário do PPGTE sobre a Economia Circular. A conversa com os alunos do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade fez parte das ações da Semana Lixo Zero 2016.

 

 

 

Em uma aula o Prof. Christian Luiz da Silva apresentou o conceito da journal_of_business_ethicsEconomia Circular e algumas implicações em aspectos econômicos, sociais e ecológicos. Com base no texto “The Circular Economy: An Interdisciplinary Exploration of the Concept and Application in a Global Context” de Alan Murray, Keith Skene e Kathryn Haynes foi debatido o conceito da eficiência e o uso de recursos, assim como as implicações para países como a China, que já tem implementado políticas públicas direcionados a uma economia circular mais prática.

 

Na segunda parte do seminário o sitra-study-coverpesquisador visitante da Finlândia, Julius Krötzl, apresentou o estudo “The opportunities of a circular economy for Finland” do Fundo Finlandês de Inovação (SITRA) e a consultoria McKinsey. Os estudantes entraram em debates com os dois apresentadores sobre os desafios no estudos de impactos pelo lado dos consumidores, mas também sobre as implicações em nível mais amplo, na formulação de políticas eficazes.

Julius resumiu a experiência dele assim:

“For me it was interesting to learn a lot more about the Circular Economy and its implications in Finland in particular, as I did not have a lot of experience in this area before. For further research it would be interesting to compare the possibilities of the Circular Economy between Finland and Brazil.”

sitra-study-circular-economy

Veja o debate: Curitiba terá que superar modelo ultrapassado de gestão de lixo

Curitiba terá que superar modelo ultrapassado de gestão de lixo

gazeta-lixo-dasilva

O professor Christian Luiz da Silva, da UTFPR, debate com Rogério Galindo e Fernando Martins os desafios e soluções para o problema da gestão do lixo em Curitiba.

Assim é o resultado de um debate sobre o tema dos problemas ambientais relacionados ao lixo em Curitiba entre o jornalista e especialista em assuntos ambientais, Fernando Matins, o Prof. Christian Luiz da Silva, do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade e do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Políticas Públicas da UTFPR, com o reportero Rogerio Galindo da revista Gazeta do Povo.

debate-lixo-despesasdebate-lixo-reaproveitamento

Taxa de reciclagem em Curitiba apenas 6%

A “Band TV” Curitiba na edição do dia 04/07/2016 realizou uma entrevista com o Prof. Christian Luiz da Silva, pesquisador líder do estudo “Observatório da PNRS – Monitorando a Política Nacional de Resíduos Sólidos“. Veja o video aqui:

Professor aponta em estudo que Curitiba diminuiu a geração de resíduos, mas ainda recicla pouco (Notícias UTFPR)

A geração de resíduos em Curitiba foi reduzida em 10% — no período entre 2008 e 2014 — passando de 0,98 kg para 0,88 kg por pessoa, por dia, em média. Esse é um dado positivo e está alinhado com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). No entanto, a alta taxa de reciclagem, outra diretriz da PNRS, ainda está distante do ideal, como acontece na maioria dos municípios brasileiros. Apesar da coleta seletiva, uma ínfima parte, apenas 5,7% de todos os recicláveis, é efetivamente aproveitada na capital.

Os dados estão em estudo realizado pelo professor Christian Luiz da Silva, dos programas de pós-graduação em Tecnologia e Sociedade (PPGTE) e de Planejamento e Governança Pública (PPGPGP), disponível no site https://observatoriopnrs.org. O estudo propõe e discute mais de 30 indicadores sobre a gestão integrada de resíduos sólidos urbanos de Curitiba e tem como objetivo ampliar o debate entre sociedade, governo e empresas sobre este tema cada mais relevante para os municípios.

Desenvolvido com o apoio do CNPq e do Observatório da Política Nacional de Resíduos Sólidos, o estudo mostrou ainda que o custo por habitante da limpeza urbana aumentou 47%, em termos reais (já tirando o efeito da inflação), entre 2008 e 2014 (R$ 85 e R$ 125 por ano por habitante, respectivamente). A pesquisa indica, segundo Christian, a necessidade de uma política de educação ambiental contínua e maior integração da sociedade com toda a cadeia de resíduos para dispor de mais materiais para reciclar. “Aumentar a reciclagem é bom para todos: reduz custo, preserva ambiente e permite a inclusão social de muitos trabalhadores”, afirma o pesquisador.

O estudo relativo a Curitiba integra pesquisa mais ampla que pretende avaliar os planos municipais de resíduos em todas as capitais brasileiras. O objetivo é checar se os municípios atendem às premissas da Política Nacional de Resíduos Sólidos.