Observatório como instrumento de prospectiva estratégica para as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs)

Nádia Solange Schmidt e Christian Luiz da Silva publicaram, na edição de abril/junho de 2018 da Revista Interações,  o artigo “Observatório como instrumento de prospectiva estratégica para as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs)”. Confira o resumo e o link para acessar o artigo completo.

Resumo: Este artigo a presenta um modelo de Observatório para as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), que atuam junto às cadeias agropecuárias. O objetivo é utilizar um processo sistemático para vislumbrar a médio e longo prazo, o futuro da ciência e da tecnologia, identificando áreas estratégias de pesquisa e de tecnologias emergentes que se relacionam a benefícios econômicos e sociais. A principal forma de atuação do modelo proposto é a interação entre os pesquisadores e os atores da cadeia. O modelo foi avaliado e aprovado por 96,7%dos participantes da pesquisa.

Link para acessar o artigo completo: http://www.interacoes.ucdb.br/article/view/1689

Anúncios

Política pública para a agricultura familiar: avaliação do Programa Paranaense “Fábrica do Agricultor”

Sob a autoria de Decio Estevão do Nascimento, Caio Zerbato, Christian Luiz da Silva e Marta Chaves Vasconcelos foi publicado, em 2018, o artigo Política pública para a agricultura familiar: avaliação do Programa Paranaense “Fábrica do Agricultor”. Confira o resumo e o link para acessar o artigo completo.

Resumo: No Estado do Paraná, em 1999 foi criado o programa Agroindústria Familiar “Fábrica do Agricultor”-PFA, com o objetivo de agregar valor aos produtos oriundos da agricultura familiar através da verticalização da produção pela agroindustrialização de pequeno porte. Assim, o objetivo geral deste estudo consistiu em avaliar o programa Agroindústria Familiar “Fábrica do Agricultor”. A pesquisa foi desenvolvida de forma descritiva quanto à abordagem dos seus objetivos, com a utilização das técnicas de pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e levantamento, com a utilização de entrevistas estruturadas. A política apresentou resultados diferenciados entre os objetivos propostos, sendo extremamente bem sucedida nos objetivos de inovação tecnológica, foco no mercado e apoio à agricultura familiar. Ficou evidenciado a relevância da agricultura familiar no estado paranaense e a significativa contribuição das políticas públicas para o fortalecimento da agricultura familiar.

Link para acessar o artigo completo: https://online.unisc.br/seer/index.php/redes/article/view/180-212

Conflitos no licenciamento ambiental de PCHs: os casos de Dois Saltos e Água Limpa

Flávia de Faria Gomes e Christian Luiz da Silva publicaram o artigo “Conflitos no licenciamento ambiental de PCHs: os casos de Dois Saltos e Água Limpa” na Revista Desenvolvimento e Meio Ambiente. Confira o resumo e o link para acessar o artigo completo.

Resumo: A Política Nacional do Meio Ambiente (Lei 6.938/1981) foi um marco que incluiu o componente ambiental na gestão de políticas públicas, além de um avanço democrático na vida política. O seu principal instrumento, o licenciamento ambiental, é o responsável pelo estabelecimento de empreendimentos potencialmente impactantes, como as hidrelétricas, mas seu processo tem incitado o surgimento de inúmeros conflitos e embates sociais. Portanto, a pesquisa objetiva compreender a dinâmica da controvérsia em torno do licenciamento ambiental, especialmente das pequenas centrais hidroelétricas (PCHs) do Paraná. Caracteriza-se como qualitativa e explicativa; de delineamento metodológico bibliográfico; e aplicada, quanto à sua natureza e ao seu resultado. É baseada em livros, artigos científicos, estudos ambientais preliminares do Instituto Ambiental do Paraná, informações da Agência Nacional de Energia Elétrica e em reportagens de mídias locais. Parte de dois estudos de caso conflituosos. Os dados demonstram que o Paraná tem visado às PCHs e que estas permeiam diferentes atores e embates. Verifica-se que o problema não está na capacidade do instrumento, mas na incapacidade de gestão deste, ou seja, dos seus gestores, que têm condicionado este cenário. E a identificação da questão institucional (arranjo, regras e atores – junto da percepção destes sobre o processo) é o que propicia um melhor entendimento deste cenário e das possibilidades de melhoria do instrumento.

Artigo Flávia

Link para acessar o artigo completo: http://revistas.ufpr.br/made/article/view/53840/34468

Implementação de Políticas Públicas: O plano Brasil Sem Miséria no município de Curitiba

Em dezembro de 2017 foi publicado, na PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP, o artigo “Implementação de Políticas Públicas: O plano Brasil Sem Miséria no município de Curitiba”, sob a autoria de Ingeborg Anni Rulf Cofré e Christian Luiz da Silva. Confira o resumo e o link para acessar o artigo completo.

Resumo: Este artigo busca analisar a discussão teórica em torno dos estudos de políticas públicas, especialmente àquela referente à fase de implementação do ciclo de políticas públicas a fim de compreender o processo de implementação das recentes políticas de combate à pobreza e extrema pobreza no Município de Curitiba. Para tanto, desenvolveu-se pesquisa descritiva e explicativa de base qualitativa, por meio de pesquisa bibliográfica, documentos oficiais, observação participante e entrevistas semi-estruturadas. Verificou-se que as políticas implementadas no Município dialogam com ambas as perspectivas top-down e bottom-up de implementação de políticas públicas, aproximando-se dos dois processos distintos de implementação, o processo de macro-implementação e de micro-implementação.

Link para acessar o artigo completo: https://periodicos.unifap.br/index.php/pracs/article/view/3588/0

 

Norma e Território: Contribuições Multidisciplinares

Foi finalizado o ebook Norma e Território: Contribuições Multidisciplinares, editado pela EDUNISC, e lançado no último dia 13 de setembro.

O livro reune textos que abordassem a relação da Norma e Território, a partir de distintos olhares e fazeres disciplinares, e contribuirá para o debate e a reflexão sobre o tema tanto na Geografia, quanto no campo das ciências humanas e sociais.

Mais informações no link: http://www.unisc.br/pt/home/editora/e-books?id_livro=459

Livro: Política Nacional de Resíduos Sólidos

O Instituto de Energia e Ambiente da USP, juntamente com o Observatório da Política Nacional de Resíduos Sólidos, publicou o livro Política Nacional de Resíduos Sólidos: Implementação e Monitoramento de Resíduos Urbanos.

A publicação conta com um capítulo entitulado “Indicadores multidimensionais da Política Municipal da Gestão Integrada de resíduos sólidos urbanos das capitais brasileiras: um panorama de 2008 a 2014” e fruto das atividades do grupo. Parabéns aos autores Christian Luiz da Silva, Gabriel Massao Fugii, Alain Hernandez Santoyo, Izabel Biernaski e Ana Paula Myszczuk.

Veja mais dois livros da editora sobre Recursos Hídricos e Governança Ambiental na página: https://www.saneamentobasico.com.br/novos-livros-politicas-ambientais/

8º Forum Internacional de Resíduos Sólidos

 eng-logo English

Do dia 12/06 ao dia 14/06 a UTFPR realizou em parceria com o Instituto Venturi o 8º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. O evento contou com diversos painéis, apresentações orais e de postêrs, mini-cursos, uma visita técnica e exposição de artesanato usando materiais reciclados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se você tem interesse na área de resíduos sólidos e recursos hídricos, acesse os anais do 8º FIRS na página: http://institutoventuri.org.br/ojs/index.php/firs/issue/view/2